"Há amor em mim" e esse amor não tem preço!

 Moramos ( mais minha mãe e minha vó + meu irmão com a família dele) num bairro bem afastado uns 12 km do centro da cidade.Há quase 25 anos meu falecido pai comprou um terreno e viemos morar aqui. A casa era só um amontoado de tijolos, sem piso, sem forro, sem água e sem luz, longe de tudo e de todos. Ele adoeceu e parou de trabalhar. Minha mãe abraçou tudo. Fez faxina, trabalhou de doméstica.Eu fazia magistério e trabalhava, assim como meus irmãos. Seguramos várias barras, falta de dinheiro... Entre idas e vindas do meu pai ao hospital foram-se 17 anos de muita angústia e gastos. Os últimos deles ele passou a espera de um transplante de coração que não veio (ele dizia que não faria).Faz seis anos que ele faleceu. Hoje, o bairro continua calmo, um lugar bom pra se viver e criar os filhos. Cada um de nós tem sua casa, emprego, família...  Falo tudo isso porque olhando pra trás vejo quanta coisa aconteceue nos fez sermos melhores pessoas, mais responsáveis, mais conscientes do que queremos e da importância da nossa família. Toda lágrima derramada, toda tristeza, toda impotência que muitas vezes sentimos foi, de certa forma, um impulso. Considero a minha família privilegiada porque temos trabalho,onde morar, não passamos frio nem fome. Eu e meus irmãos podemos dar aos nossos filhos o que nunca pudemos ter. Sou feliz com isso e creio que eles também. Aqui, afastados do centro da cidade, podemos dar qualidade de vida pras nossas crianças! Meu irmão também cria pintinhos, galinhas, perus, ovelhas, um boizinho. Aqui tem árvores, plantas, horta que fazem parte do dia a dia delas, assim como a escola, o DVD, o computador, o banho de chuva e a brincadeira na areia.
Aqui existe uma família que se ama...e isso Não tem preço.
Bjs :D



Já havia feito esse post em julho. Pensando no que escrever pra hoje, minha cabeça fervia de ideias, mas nenhuma tinha dado aquele "tchan"! Até que a Lia (Lia no mundo da lua) deixou um comentário sugerindo que eu colocasse esse post na blogagem da Elaine. Bendito comentário! Obrigada Lia! Acho que tem tudo a ver, porque "há amor em mim" de sobra e se multiplica sempre porque tenho uma família abençoada que é meu alicerce, meu porto seguro, minha razão de viver.
Beijos!

Parabéns Elaine! Teu blog está aniversariando, mas o presente é nosso de poder espalhar tanto amor pela blogosfera, mas a maior prova de amor é tua, propondo algo tão lindo e que envolve tantas pessoas...por ti, também há muito amor em mim!

Essa postagem faz parte da Blogagem Coletiva Há amor em mim  proposta pela Elaine Gaspareto.

37 comentários:

Luzia Lira Pedagoga postou o comentário número:

Família é tudo. Meus olhos encheram de lágrimas de ler seu post. Tb sou assim, faço tudo pela minha família. E que lugar mais lindo!!! Mudar daí pra quê né? Tem tudo de bom.


Bjos Luzia

Luzia Lira Pedagoga postou o comentário número:

Voltei pq esqueci de falar dessa fofa!!! Que carinha de meiguinha...Meu netinho é dessa idade, quase morro com as arteirices dele. Sinto saudades quando ficam muito tempo sem virem aqui ou eu ir la na cidade deles.

Casa Corpo e Cia: O jeito mulherzinha de ser. postou o comentário número:

Amiga, sei bem a sua história, a minha é parecida, a diferença é que paizinho está vivo, graças a Deus.

Amei a imagem do perfil com seu príncipe. E esta fofura? Também queria morar assim...
Beijos e lindo dia!

Fuchic - artesanato com tecidos postou o comentário número:

Carla, tentei deixar um recado ontem, porém, não consegui por algum motivo desses que o explorer nos impõe! :))
Fiquei profundamente comovida com esse seu relado... história bonita da sua família, apesar de sofrida. Mas o que importa é que hoje estão todos felizes e juntos ainda!
Também gosto muito do Rubem Alves. É tudo aquilo que você falou e mais um pouco.
*beijocas*

Se você quiser participar de uma brincadeira que me passaram, pegue lá no meu canto. Se não quiser, não vou ficar chateada, também não gosto de algumas brincadeiras que mais parecem cavalo de tróia...

Lia Gloria postou o comentário número:

Acho que vc poderia mandar esse teu post pra blogagem coletiva, proposta pela Elaine Gaspareto, no blog dela, para quinta-feira.
Muito lindo esse texto, emocionante, bjs

Ana Carla postou o comentário número:

Olá Pathy!
É um privilégio ter uma família que se ama! Seja sempre grata à Deus querida!
Pathy, obrigada pelo recadinho lá no meu cantinho, como é bom receber um recadinho seu!! Volte sempre!!
Que Deus abençõe esta família linda!
Beijinhos, Ana Carla

Clara postou o comentário número:

Que saudades de minha infância, lendo isso!!!
Também morava em uma casa bem simples com tudo dentro (galinha, pintinhos, milho, abacate, figo, ameixa e muitas plantas).
Que bom pra quem tem esse privilégio...

Adorei o texto!
Beijosssss

Simone Aline postou o comentário número:

Que delícia de vida, Pathy!!!!
Amor familiar é, sem dúvida, uma das melhores formas de amar!!! =)
Que Deus continue abençoando sua família, cada vez mais!
Bjks!

Ana Paula Santiago (inventandocasa.blogspot.com) postou o comentário número:

Sábado é niver do meu Gui, fará 7 anos. Na sexta ele terá uma pequena festinha na escola e eu tava desde ontem fazendo umas lembrancinhas, simples. Tô cansada, acabada mesmo, mas não tinha como ir dormir sem te visitar.
O que é aquilo? Quer me matar? Eu chorei viu?
Faz isso comigo não!
Tu distribuiu esse amor aí lá no comentário e eu fico aqui emocionada, lisonjeada e sem saber como agradecer.
Quero dizer que este fortalecimento, esta união que vcs tem como família, vem sim do amor, e qu e amor não rima com dinheiro nem no português. Amor rima com calor, com valor, e isso, vc e sua família tem de sobra.
Eu aprendi que dinheiro é bom, mas sinceramente, não nos garante felicidade. Tivemos que nos desfazer de um apto para pagar dívidas contráidas pelo tratamento do nosso filho. Morro de aluguel há quase 3 anos e sou mais feliz hj, mesmo sem casa. Tenho um LAR.
O amor tudo supera, cura, enaltece, enobrece, abranda, acalma, anima.
Carla, um beijo, um abraço e o meu muito obrigada mais que emocionado!

Keilla Colombo postou o comentário número:

Quanto amor nessa familia, posso perceber de longe....E o amor que vc tem pelos seus filhos não há palavra que explica....
Que Deus continue te enchendo de amor e alegrias, vc e sua familia...

Bjosss

Leonardo, Daniela, Júlia, Sophia e... postou o comentário número:

Olá Carla!
nossa, lindas palavras! Que Deus abençoe toda essa riqueza e te dê sempre mais! Parabéns pela bela família.
Beijo grande,
Dani

Cláudia postou o comentário número:

Família é tudibom, é nosso alicerce.
Reunida então, é uma benção.
Parabéns pela família e por essa gatinha fazendo pose com um patinho, lindo dimais.

beijos.

Ana Jardim postou o comentário número:

Oi Pathy!
Vim conhecer seu cantinho e já fiquei por aqui. Sobre seu post eu gostei muito, pois família é a base de tudo. Infelizmente também já tive uma perca...perdi minha mãezinha há 5 anos...sinto muita falta dela! Obrigada pela visitinha e comentário carinhoso, será sempre bem vinda por lá.
bjus
acasadaanajardim.blogspot.com

Lufe postou o comentário número:

Oi Pathy,

Gostei muito de seu post. As adversidades contribuem para unir as familias que tem o amor dentro delas. A sua o tem.
Parabens pelo post e pela familia.

bjo procê

Historias de mulher postou o comentário número:

PATHY amei, sintonia pura somos amor puro! Olha q pessoa especial essa Elaine fez agente conhecer, repartir e compartilhar amor...
bjs amiga.
Alânia Teixeira.

Cissa Branco postou o comentário número:

Carla,

Que post lindo e significativo, me vi em muitas linhas, como é bom poder contar com uma família que nos faz melhores. Parabéns por todo esse amor!
Beijos

Neli Rodrigues postou o comentário número:

Quero morar aí com vcs.
Vc descreveu um lugar lindo, quase mágico.
Por amor eu mudei de cidade, mesmo sem ter filhos já pensava na qualidade de vida deles e hoje, eu não me arrependo disso.
E que coisa essa blogsfera, veja o poder que ela tem...vc morando no sul, sendo incentivada pela Lia, que eu adoro e mora no Pará e eu aqui no interior de sp lendo esse sua postagem linda.
Bjs♥

She postou o comentário número:

Ah que linda participação, sua amiga Lia acertou em cheio, ficou lindo, lindo, lindo! Adorei! ;)
Beijo, beijo!
She

Teresa Aparecida de Aquino Soranso postou o comentário número:

Olá, Pathy! Adorei sua história. Morei em sítio até meus quinze anos e dp voltei aos vinte e seis por mais dez anos, por isso me considero mais rural. Que felicidade compartilhar sua vida com todos seus familiares! E posso te dizer uma coisa com toda certeza: qdo alguém da família adoece por longos anos como foi o caso de seu pai e de minha mãe, a família, ou se une ou se desintegra. Ainda bem que fomos felizes, ganhamos e conquistamos uma família maravilhosa. Parabéns e que Deus os conserve unidos e felizes. Bjs e que seu dia seja lindo e abençoado.

Helena Silva postou o comentário número:

paty,
Lindo seu relato. Superar tantas dificuldades e ser presenteada com uma família maravilhosa e viver em um paraíso deste, é mesmo uma prova de que o amor de Deus existe.
Beijos
Lena
http://atelipatchcomamorbylena.blogspot.com/2011/09/ha-amor-em-mim.html

Alessandra postou o comentário número:

Também estou participando.
A proteção e carinho de uma família unida não tem preço mesmo!
Linda sua mensagem!
Aproveito para te seguir por aqui.
Bjo
http://eutenhopressaemuitacoisameinteressa.blogspot.com/

Celena postou o comentário número:

Oiii, sua história é muito linda, amei!!!! obrigada pela visita, seja sempre bem vinda no meu cantinho...bjoca.

Ro Archela postou o comentário número:

PathY, sua história é fascinante, linda, amável...o lugar é lindo...parabéns pelo lindo texto! beijos, Ro

Iara postou o comentário número:

Paty querida, que bom poder sempre contar com a família, alicerce insubstituível por toda a vida.
Todos nós de uma maneira ou de outra temos nossas dores a remendar, mas é tão mais simples quando os curativos estão sempre perto.
Um abraço querida.

Rê Furlan postou o comentário número:

Oi amada! Obrigada pela visita e carinhosas palavras. Concordo com vc, as dificuldades nos servem como impulso, nos ajuda a valorizar o que realmente importa nessa vida! Muito verdadeiro o que vc escreveu. Bjos

*~* Coisas da Bruxinha *~* postou o comentário número:

Carla que historia de vida linda, o esforço de todos vcs trouxe uma vida boa e confortável, feliz. Morar assim no meio da natureza, proporcionar aos seus uma vida saudável só tem que ser muito amor. Continuem felizes assim,
Obrigada por me visitar , adorei.

Bjs
Leila

Jô Bibas postou o comentário número:

Que linda a história da tua família! participar dessa blogagem abriu o coração de muita gente. Adorei!

Deusa postou o comentário número:

Olha gente...que história mais linda....
Como um bom pai deixa os filhos amparados,se não deixou dinheiro,deixou um lar,deixou bo0as lembranças...e deixou uma esposa maravilhosa,mãe lutadora que não abandonou os filhos...a minha mãe também lutou bravamente para terminar de nos criar,depois que meu pai foi embora SER FELIZ...
Que linda sua história,eu amo gente de verdade...eu tento com todas as minhas forças jamais perder o amor pelo proximo,o carinho,a alegria....e tento passar para minha filha o quanto ela tem sorte...ela tem pai maravilhoso,mãe que ama ela incondicionalmente,casa,comidinha quente,amor,segurança,oportunidade...eu quero que ela leve lembranças assim...de união,força,luta,trabalho.alegria...como você.
Bjs
Deusa
vasinhos coloridos

Rosana postou o comentário número:

Oi, Pathy!

Linda a história de vcs. Acredito que o sofrimento faz dar mais valor a vida e é na dificuldade que a gente cresce e cria-se dignidade, coisa que falta pra tanta gente que tem de tudo hoje e não aprende a dar valor a nada, nem aos próprios pais.

Abraços fofos!

A Diva postou o comentário número:

Que coisa mais fofa, lindo, lindo teu post.
Amei sua visitinha em meu blog, Obrigada mesmo.
Olha, gostei tanto do teu cantinho que já estou seguindo aqui!!!
Espero você mais vezes no meu.
bjoso
@maniasdadiva
http://maniasdadiva.blogspot.com/

Marta Andrade postou o comentário número:

Carla,
Lindo, simples e direto, como o amor realmente é.
Feliz de nós que conseguimos reconhecer e viver o amor que há em nós.
Eba! mais uma gaúcha para eu acrescentar no patchwork do blog
Cut beijos e uma semana abençoada

Luci Cardinelli postou o comentário número:

Sei bem como é isso, minha família sempre foi muito unida em tudo, bons e maus momentos e minha mãe foi uma grande guerreira.

beijos e ótima semana :)

Irene Moreira postou o comentário número:

Carla

Parabéns pelo post e pela linda família.! Sei o que você e sua fam´lia deve ter passado nesses anos, mas na vida tudo é um aprendizado.
Prevalece o amor qu e está presente na família.
Parabésn a Elaine que nos uniu no amor com essa Blogagem Coletiva.

Obrigado pela visita e as palavras de carinho.

Beijos

Vanessa postou o comentário número:

Passando para conferir , ainda que com atraso , sua participação na blogagem da Elaine. Parabéns pela família.

Abraço

DULCI postou o comentário número:

Carla, que bom conhecer essa historia de vida. Parabéns por sua família. Muitas vitorias para ele.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pathy Arteira © Copyright 2012. Desenvolvido por Elaine Gaspareto